Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

JP Morgan abre alas e oferece criptomoedas a clientes do varejo

JP Morgan muda de postura em relação a criptomoedas como bitcoin.

JP Morgan está oferecendo investimentos em criptomoedas para seus clientes do varejo. Os investimentos serão por meio de fundos da Grayscale e Osprey Fund que operam com bitcoin, bitcoin cash, ether e ethereum classic. A informação é da Business Insider, que cita um relatório do banco. Assim, o JP é o primeiro dos grandes bancos dos Estados Unidos a oferecer moedas criptografadas ao varejo.

De acordo com a Business Insider, os ativos digitais ficarão com as gestoras. Essa oferta pode agradar os investidores, que devem ter pressionado o banco, como aconteceu com outros.

No entanto, criptomoedas nunca foram a paixão do diretor-executivo do banco, Jamie Dimon. Pelo contrário, Mas, o JP Morgan Chase é um dos bancos que mais apostam em blockchain no mundo. E tem sua moeda estável (stablecoin), a JPM Coin, que tem relação 1 por 1 com o dólar.

Além disso, o JP já realizou diversos investimentos em startups que usam a tecnologia. Assim como criou uma plataforma própria a Quorum, que vendeu para a Consensys, e uma rede de transferência de informações de movimentação de recursos entre instituições financeiras, a Liink.

De acordo com a Business Insider, as criptomoedas não ficarão com os clientes do JP Morgan, mas com as gestoras.

No Brasil, dos grandes bancos, Itaú está oferencendo fundos de índices (ETF) e parece bastante animado com esses produtos, dados as publicidades e eventos onlines que têm feito sobre o assunto. O BB também já ofereceu ETFs.

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>