Mercado de Criptomoedas por TradingView

Itaú passa a oferecer fundos da BLP Crypto

Fundo da BLP Crypto foi o que mais rendeu em 2021.

O Itaú passará a oferecer os fundos de criptomoedas da BLP Crypto, primeira gestora do segmento no país. Assim, o banco amplia sua oferta nesse segmento. A instituição tem se mostrado bastante interessado em diferentes formatos de produtos de cripto. E avalia que o ideal para quem tem perfil de investidor em moedas digitais, é ter até 3% dos investimentos nelas.

Os fundos da BLP estarão nas plataformas Itaú, Itaú Personnalité e Íon Itaú. O BLP Digital 20 FIM é com foco em investidores de varejo e permite aplicação mínima de R$ 100. O BLP Digital 40 FIM é para os investidores qualificado, que têm a partir de R$ 1 milhão em investimentos no mercado financeiro. Já o BLP Digital 100 FIM – IE é direcionado a investidores profissionais, que têm a partir de R$ 10 milhões investidos. Em 2021, esse fundo foi o mais rentável entre os de criptoativos, com retorno líquido de 162,6%, de acordo com a BLP Crypto.

“Com a segurança e a robustez do Itaú, vamos oferecer a todos os investidores um nível de excelência e performance que costumava ser exclusivo para investidores profissionais e qualificados”, disse Ney Miyamoto, um dos sócios da BLP Crypto.

Em abril de 2022, o Itaú começou a distribuição um fundo da Hashdex. O banco também distribui fundos de índice negociados em bolsa (ETFs) desde que chegaram ao mercado brasileiro, em abril de 2021.

Além disso, em maio do ano passado, lançou o Itaú Index Blockchain Ações FX IE, que não era de cripto, mas de ações de empresas da tecnologia. Um produto, na mesma época, foi o Certificado de Operações Estruturadas (COE).

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.