Fluminense lança token; Liqi vende NFTs de Fafá de Belém; Binance cria DAO de segurança

Fan token do Fluminense estará na Socios.com. Foto: FFC.

A partir das 10h da próxima segunda-feira (26), a plataforma Socios.com começa a venda do fan token do Fluminense, o $ FLU. Os tokens custarão US 1 a unidade (cerca de R$ 5,10). O lançamento acontecerá em três fases, cada uma delas com duração de 24h e um limite de tokens por pessoa nos dois primeiros dias. Na primeira fase, cada usuário poderá comprar até cinco deles e na segunda, até 25. Na terceira, o número é ilimitado, até esgotar os 50 mil $ FLU disponibilizados no app.

Os fan tokens darão direito a benefícios exclusivos e participação em votações e enquetes como temas como escolha dos uniformes do time, braçadeiras e frases motivacionais.  Quem participar de enquetes e quizzes que serão feitos regularmente no aplicativo ganhará SSUs. Esses são os pontos do programa de fidelidade necessários para trocar por prêmios e experiências.

NFT de Fafá de Belém dá benefícios no Círio de Nazaré

Liqi, fintech de ativos digitais em blockchain, começa nesta sexta-feira (23) a venda de tokens não-fungíveis (NFTs) da cantora Fafá de Belém. Os tokens custam a partir de R$ 300 e darão benefícios com a artista durante a festa católica Círio de Nazaré, de 4 e 9 de outubro em Belém. Serão seis eventos com a participação da artista, incluindo um show de abertura, o sarau com artistas locais no Hotel Atrium Quinta de Pedras, a Romaria Fluvial, a trasladação, o Círio de Nazaré e o sarau em praça pública.

“Nós vamos possibilitar que os fãs possam adquirir NFTs para experiências exclusivas com a Fafá”, diz Daniel Coquieri, CEO da Liqi. “Pretendo fazer outras parcerias utilizando NFT, pois acredito na tecnologia e todos os seus benefícios. Sem contar que isso ainda me aproxima mais do meu público”, afirma a cantora. Serão quatro NFTs por evento, duas NFTs com acesso ao pacote e uma para acesso remoto, para quem quer acompanhar online. Nesse último caso, a pessoa tem direito também a um kit com uma camiseta do evento, uma miniatura da Nossa Senhora de Nazaré e um terço feito de caroço de açaí”.

Binance cria AvengerDAO que comunidade vai gerir

A BNB Chain, da Binance, está lançando ao AvengerDAO, projeto exclusivo de infraestrutura de segurança administrado pela própria comunidade. A DAO tem três pilares principais: Meter, que é um sistema de API passivo, nWatch, um sistema de assinatura para recebimento de alertas, e Vault, um sistema programável de gestão de fundos. Entre os membros fundadores estão empresas de segurança da Web 3 e de blockchain, como por exemplo Certik, Go Plus, SlowMist, BlockSec, Verichains, CoinMarketCap, TrustWallet, PancakeSwap, BSCtrace(NodeReal), BSCscan, MathWallet, DappBay, Coin98 e Opera.

Para facilitar a varredura de contratos pelos usuários, a Hashdit, dApp de segurança na BBChain que permite verificar tokens de potencial risco e que também é membro da iniciativa, lançou uma integração com o PancakeSwap. “Hoje, a BNB Chain é a maior rede pública, com três vezes mais usuários ativos do que as redes Ethereum, Polygon ou Solana. Queremos reunir todos os parceiros do ecossistema e construir um sistema baseado na comunidade para proteger todos os usuários”, afirmou Gwendolyn Regina, diretora de Investimentos na BNB Chain. O lançamento do AvengerDAO acontece após o lançamento do DappBay, ferramenta de verificação de risco de contratos fácil de usar, e do Red Alarm, que identifica potenciais projetos de alto risco.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *