Fintech Magalu e Mercado Bitcoin fecham parceria para negociação de criptos e cartão

Mercado Bitcoin lança cartão emitido pela Fintech Magalu.

A Fintech Magalu e o Mercado Bitcoin fecharam uma parceria para transação de criptomoedas, emissão e processamento de cartões. De acordo com as empresas, os cerca de 37 milhões de clientes do Magalu poderão comprar e vender criptomoedas pelo aplicativo da companhia. Além disso, os quase 4 milhões de usuários do Mercado Bitcoin poderão usar seus criptoativos por meio de um cartão gratuito que a Fintech Magalu vai emitir e processar.

De acordo com o anúncio da parceria, os primeiros três criptoativos disponíveis serão anunciados em breve. E deverão ser aqueles mais negociados. O Magalupay deverá oferecer material educativo sobre criptoativos a seus clientes. Para o Mercado Bitcoin, que tem suas receitas baseadas em compra e venda de criptoativos, essa é uma forma de expandir seu negócio.

Para muitos dos clientes da Magalu, “esse será o primeiro contato com criptoativos e a oportunidade de iniciar investimentos em moedas digitais, a partir de R$ 1”, afirma Leandro Hespanhol, diretor comercial e de novos negócios da Fintech Magalu.

Quanto ao cartão do Mercado Bitcoin, no início será pré-pago e virtual e, na sequência terá função de crédito. Diferente de outras exchanges que já tem cartões, a empresa lançou o seu dentro de um acordo com uma empresa de comércio. “A parceria traz mais usabilidade para as reservas em criptoativos e praticidade aos clientes, que poderão usar o cartão em qualquer compra”, diz Reinaldo Rabelo, CEO do Mercado Bitcoin.

O braço financeiro do Magalu nasceu da integração das empresas Bit55, Stoq e Hub Fintech, que comprou. Na frente de produtos voltados a empresas, a Fintech Magalu é responsável, por exemplo, pela operação de pagamento de aplicativos de entrega, caminhoneiros e transportadores de algumas empresas. “Não trabalhamos exclusivamente para o ecossistema Magalu. Prestamos serviços financeiros para mais de 50 companhias de todos os tamanhos”, afirma Hespanhol. “Estamos confiantes para a nossa entrada nesta parceria com uma plataforma de criptomoedas”.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *