Fatia da Binance no mercado à vista de criptos cresceu 15,7% em março

A Binance respondeu por US$ 490 bilhões do volume do mercado spot de criptomoedas – ou mercado à vista, de entrega imediata. Isso representa um aumento de 15,7% sobre fevereiro. Com isso, ficou com uma fatia de 30,2% do total do mercado. Seu recorde anterior era de novembro de 2021, quando chegou a 33,7%.

Os dados são do levantamento mensal da CryptoCompare. E mostram que a empresa ficou muito à frente de concorrentes como Coinbase, a maior dos Estados Unidos (EUA), e a and OKX, que tem seu endereço base em Seicheles. As duas têm, respectivamente, 5% e 4.7% do mercado. No caso da Coinbase, seu melhor resultado até agora foi o de 7,8% em dezembro de 2017, enquanto o da OKX foi o de 19,8% em maio de 2018.

O estudo mostra ainda que as principais exchanges representam 91,3% do volume total spot.

A CryptoCompare afirma que o mês foi positivo para o mercado, uma vez que bitcoin e ethereum fecharam em US$ 45.523 e US$ 3,283. Portanto, uma alta de 5.4% e 12.4% sobre fevereiro, Assim, os volumes spot nas corretoras centralizadas aumentaram 10,5% para US$1,62 trilhão. O volume máximo negociado foi de US$ 80 bilhões em 28 de março. Esse volume representa cerca de pouco mais da metade do valor de mercado das criptomoedas, que estava na faixa de US$ 2,150 trilhão no dia 31 de março.


Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *