Mercado de Criptomoedas por TradingView

Ethereum pode se fortalecer como líder na Web 3 com inverno cripto, diz Chainalysis

Ethereum já é preferida para soluções ligadas a Web 3.

Diversas blockchains de primeira camada surgiram nos últimos tempos com a promessa de serem alternativas à Ethereum, porque conseguiriam ser mais rápidas, ter maior escala e custos menores. A questão é que o atual inverno cripto pode esfriar o ânimo de investidores colocarem dinheiro nesses projetos, como fizeram no mercado em alta de 2021. E se isso acontecer, Ethereum pode se fortalecer como grande vencedora da Web 3, se mantendo a plataforma dominante. É o que diz a Chainalysis, empresa de dados e investigações em blockchains.

Blockchain de primeira camada – como ethereum e bitcoin – é uma blockchain principal e sobre elas podem haver blockchains de segunda camada. De acordo com a Chainalysis, apesar de várias novas blockchains de primeira camada surgirem para resolver os problemas da ethereum de escalabilidade, velocidade e custo, nenhuma foi capaz disso até agora.

Ethereum já lidera na Web 3

Ao contrário, Ethereum “ainda está muito à frente de todas em volumes de transação, em especial em áreas populares como web 3, tokens não-fungíveis (NFTs). Além disso, a Fundação Ethereum está trabalhando com mineradores para implantar mudanças para resolver esses problemas”, como a mudança para um mecanismo Proof of Stake (PoS), saindo do Proof of Work (PoW). Hoje, a Ethereum faz 15 processamentos por segundo, enquanto a rede Visa, por exemplo, faz 15 mil, compara a Chainalysis.

Apesar de seus problemas, o levantamento da Chainalysis mostrou que desde março de 2020, Ethereum parece ter superado bitcoin em usuários únicos, com 1,7 milhões de carteiras ativas. Bitcoin apareceu com 916 mil e Algorand com 103 mil.

Além disso, os números mostram que 40% do volume total de transações de Ethereum são institucionais e de grande valor. Enquanto isso, o volume de bitcoin é de 30% e do Algorand, de 29%. Esse cenário está ligado ao crescimento dos protocolos de finanças descentralizadas (DeFi), feitos na Ethereum.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.