Mercado de Criptomoedas por TradingView

Celsius mantém perdas após paralisação da rede; Nexo faz proposta de compra

Celsius cria novo baque no mercado de criptomoedas.

A criptomoeda Celsius (CEL) perdia 33,27% no início da tarde desta segunda-feira (13), cotada a US$ 0,278 (R$1,42), uma queda que começou depois que a rede Celsius, uma das maiores aplicações de crédito no mundo cripto, disse que paralisaria saques, trocas e transferências. A notícia se segue à implosão da stablecoin Terra, que há cerca de um mês já tinha colocado mais uma pressão de baixa sobre as cotações das moedas digitais. Bitcoin registrava queda de 10,5%, para US$ 23,8 mil, segundo a TradingView.

O anúncio de paralisia de operações aconteceu na noite de ontem, horário dos Estados Unidos. Nesta madrugada, bitcoin chegou a ficar abaixo de US$ 25 mil. Tokens de empréstimos ligados a cripto também sofriam quedas. Há algumas semanas o mercado já comentava sobre a incapacidade de a Celsius cumprir os pagamentos que prometia para alguns produtos. As promessas de rendimentos chegavam a 17%.

De acordo com a Bloomberg, a plataforma tem diversas instituições registradas no mundo e bilhões de dólares em moedas sob gerenciamento. O anúncio aumento a venda de criptos no mercado, que já sofria, por exemplo, com a alta de inflação e consequente alta de juros, que atrai investidores para ativos mais previsíveis.

Logo de manhã, a plataforma de empréstimos com garantia em cripto Nexo, que tem sede em Zug (Suíça), enviou uma carta à Celsius dizendo que tinha interesse em comprar ativos qualificados que sobraram, incluindo a base de dados de clientes, imediatamente.

A Celsius avisou que tinha ativado uma cláusula em seu termos de uso que permitia paralisar as operações. “A Celsius têm ativos valiosos e estamos trabalhando rapidamente para cumprir com nossas obrigações”, disse seu comunicado. A rede afirmou que estava tomando essas ações para estabilizar a liquidez e as operações, além disso, estava buscando preservar os ativos. Mas, prometeu que os ganhos prometidos continuariam durante a pausa de saques e transferências. O motivo de tudo isso, afirmou, eram as condições ruins do mercado de criptos.

Os recentes eventos que impactaram a plataforma Celsius e seu token CEL são um resultado infeliz da volatilidade  e das condições extremas do mercado.

A Tether, por sua vez, disse que embora sua carteira inclua um investimento na Celsius, isso representa uma parte mínima do patrimônio líquido dos seus acionistas. “Não há correlação entre este investimento e nossas próprias reservas ou estabilidade. Também a atividade de empréstimo do Tether com a Celsius, como com qualquer outro mutuário, sempre foi supercolateralizada e não tem impacto em nossas reservas”, de acordo com o comunicado. 

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.