BRX Finance, da Fuse e Transfero, entra no programa Chainlink BUILD

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A BRX Finance, joint venture das empresas  Fuse Capital e Transfero para desenvolvimento de produtos financeiros em blockchain, entrou no programa Chainlink BUILD. De acordo com a empreasa, seu objetivo é acelerar a integração de Finanças Tradicionais (TradFi) e Finanças Descentralizadas (DeFi) e a adoção de longo prazo de ativos do mundo real tokenizados.

Ao entrar no programa, a empresa receberá benefícios como acesso e integração dos Feeds de Dados Chainlink para enriquecer ativos tokenizados com informações e dados de preço do mundo real, o Chainlink CCIP para suportar transferências e comunicações entre blockchains, além de acesso a novos produtos alpha e beta da Chainlink.

Em troca, a BRX Finance disponibilizará 5% de seu fornecimento de tokens nativos para prestadores de serviços da Chainlink, incluindo stakers, ao longo do tempo.

“Estamos empolgados em nos juntar ao Chainlink BUILD para melhorar as capacidades de nossa plataforma e acelerar o crescimento da BRX Finance. Esta colaboração nos permite mesclar mais harmoniosamente finanças tradicionais e descentralizadas, possibilitando transações seguras e eficientes na blockchain que transformarão o sistema financeiro do Brasil. Nossa colaboração marca um avanço significativo para a BRX, consolidando nosso papel na economia em evolução do Brasil”, disse disse João Zecchin, co-fundador da BRX Finance.

Recentemente, a Fuse comunicou a entrada de novos sócios. Além da Transfero, com a qual criou a joint venture BRX Finance, chegaram Louis de Sègur de Charbonnières e Alejandro Rebelo. Um dos objetivos com os novos sócios é reforçar a estratégia da gestora de atuar em outros países.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *