Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

Bolsa de Chicago vai lançar micro contrato futuro de um décimo de bitcoin

Bolsa de Chicago diz que demanda para contratos de bitcoin é crescente. Foto: Pixabay.

 A Bolsa Mercantil de Chicago (CME), maior exchange de contratos futuros de bitcoin, vai lançar, em 3 de maio, o contrato de futuros Micro Bitcoin. O novo produto terá um décimo de um bitcoin.

De acordo com a CME, “o contrato de menor tamanho dará aos investidores, de instituições a traders individuais, mais uma forma de fazer hedge do risco do preço na moeda no mercado spot”. Além disso, pode ajudar na execução e estratégias de negociação.

A CME lançou o contrato futuro de bitcoin em 2017. Desde então a demanda cresceu, assim como a liquidez dos derivativos de criptos, disse Tim McCourt, responsável pela área de Índice de Equity e de Produtos de Investmentos Alternativos.

Além de contratos futuros e de opções em bitcoin, a CME lançou, recentemente, os contratos futuros de Ether. Desde o início do ano, a bolsa afirma que houve 13.800 negociações média diárias de futuros de Bitcoin, o que equivale a cerca de 69 mil bitcoins.

Já a negociação média diária do CME Ether está em 767 contratos, ou seja, algo como 38.400 ethers, desde o lançamento, em 8 de fevereiro.

O novo contrato será no formato contrato por diferença, ou seja, a liquidação financeira é feita com o diferença entre o preço do ativo na liquidação e no contrato. O índice usado é o CME CF Bitcoin Reference Rate.

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>