Bodyboarders lançam NFTs de ondas do ES, incluindo a Avalanche

Grupo de bodyboarders NXF cria NFTs para bancar busca de ondas no ES. Foto: Diego Silva.

A equipe de bodyboarders NXF, do Espírito Santo, entrou no mundo dos tokens não fungíveis, os NFTs, com imagens de ondas do estado. Com os recursos que levantarem, o grupo quer custear a logística para buscar ondas grandes no litoral capixaba, disse Bernardo Nassar, integrante do NXF. O projeto tem um patrocínio de US$ 10 mil do protocolo Harmony, que tem a plataforma MadNFTs.io, onde acontecerá a venda dos tokens.

Um dos feitos do NXF é o de ser desbravador da Avalanche, considerada maior onda do Brasil. A onda quebra a cinco quilômetros da Praia da Costa de Vila Velha e está atraindo sufistas de outras partes do país e do mundo não apenas por ser grande. Mas, também por ser bem peculiar. Isso porque é curta e grossa devido à formação do local. A laje faz parte de um arquipélago de três ilhas e da bancada, que seria uma quarta ilha submersa. No entorno a profundidade é de mais de mil metros e então, cai para quatro metros.

Entre os 12 NFTs que o NXF está lançando está uma imagem da onda ganhadora do prêmio brasileiro de ondas grandes, na categoria de melhor onda do ano de 2021 surfada em um bodyboard. “É um prazer ganhar o prêmio e poder mostrar a realidade da Avalanche e ainda juntar tudo isso e eternizar a onda em um NFT disponível para quem quiser adquiri-lo”, diz o campeão Breno Kuster. As imagens dos NFTs são do Diego Silva. 

Para adquirir um NFT, é necessário um cartão de crédito. E isso dará acesso também a conteúdos exclusivos, descontos em produtos da NXF Brand, convites para podcasts e experiências na temporada de ondas de 2022.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *