Bitso lança cashback para stablecoin; QR Capital e Criptomaníacos lançam curso

Empresas de cripto lançam ações para usuários.

A Bitso, unicórnio de criptomoedas, triplicou seu negócio no Brasil em volume e receita entre junho e agosto de 2022. O resultado foi alavancado pelo aumento do interesse dos brasileiros por stablecoins atreladas ao dólar, que tiveram crescimento de 70% no número de usuários durante esse período. Assim, a empresa lançou cashback em dólar digital para atrair novos clientes. Até o dia 31 de outubro, esses usuários que comprarem o equivalente a R$ 500 em dólar digital e ativarem o Bitso+, ganharão o equivalente a US$ 10 em stablecoin.

“A Bitso está muito focada em desenvolver produtos que atendam ao que os clientes buscam no Brasil. Os ciclos de incerteza do mercado são momentos importantes em que aprendemos muito sobre o comportamento e necessidade dos usuários”, disse Thales Freitas, CEO da Bitso no Brasil. Um recente levantamento feito pela Bitso entre seus clientes mostrou que mais de um quarto dos usuários buscam as criptomoedas como forma de se proteger contra a inflação.  

QR e Criptomaníacos criam curso

A QR Capital e a Criptomaníacos anunciaram hoje (19), a abertura das vagas para o curso “CriptoMasterClass: do bitcoin ao NFT”. Serão 30 aulas em seis módulos e 14 professores especialistas. Os inscritos receberão gratuitamente uma NFT avaliada em US$ 150 da coleção exclusiva do curso, a Hodl Sapiens. Os temas abordados nas aulas vão de NFTs, metaverso e web3 até mineração, regulação e segurança. O preço do curso é de R$ 687 e já pode ser acessado.

De acordo com Fernando Carvalho, CEO da QR Capital, o CriptoMasterClass é uma joint-venture com a Criptomaníacos depois da criação do primeiro curso de cripto da bolsa, em parceria com a B3. Para Guilherme Rennó, fundador e CEO da Criptomaníacos, o curso tem o objetivo de mostrar como será o futuro do mercado financeiro com a desintermediação proporcionada pelos criptoativos e a blockchain. Entre os professores estão Carvalho, Alexandre Ludolf, diretor de investimentos, da QR Asset Management, Bruno Prazeres, especialista em análise técnica da Criptomaníacos, e Carolina Gontijo, advogada tributarista, professora do Insper e
influenciadora no canal ‘Duquesa de Tax’.

A coleção de NFTs Hodl Sapiens retrata uma série de personagens neandertais com itens típicos do
mercado. A ideia é simbolizar o início da jornada evolutiva de quem está entrando no ecossistema
cripto.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *