Mercado de Criptomoedas por TradingView

Bitcoin atinge mesmo patamar de dezembro de 2022; fundos saem de criptos

Criptos como bitcoin têm impacto de política monetária de alta de juros.

A cotação do bitcoin se manteve em baixa, hoje (14), quando voltou ao patamar de um ano e meio atrás. Logo na madrugada desta terça-feira, horário do Brasil, o preço caiu para US$ 20,9 mil, similar ao que atingiu na metade de dezembro de 2020. Mas ali, a principal criptomoeda do mercado começava uma curva de alta que durou meses, apesar de alguns solavancos no meio do caminho. Agora, ao contrário, a moeda digital está embicada para baixo, sem perspectivas de altas significativas no curto prazo, dizem os especialistas. No final do dia, o preço estava na faixa de US$ 22 mil, uma queda de 0,7% em 24 horas.

Assim, o valor total de mercado de criptos ficou na faixa de US$ 930 bilhões, enquanto o de bitcoin estava em U$ 422 bilhões, segundo o TradingView. Já o total alocado em finanças descentralizadas (DeFi), que começou o ano em US$ 156 bilhões, estava hoje em US$ 40,5 bilhões. Ethereum, que perdeu mais do que bitcoin em sete dias, estava praticamente estável no final do dia, a US$ 1.209, 1,18% de alta em 24 horas.

Celsius (CEL) ganhou um respiro nesta terça-feira. Subiu 146,5% para US$ 0,6977 em 24 horas, depois de despencar na segunda-feira em poucas horas. Analistas apontavam de erro nos dados a injeção de recursos para explicar o movimento. A plataforma Celsius Network levou a um corre-corre para baixo do mercado desde o domingo à noite depois que anunciou interrupção de saques, transferências e conversões.

De acordo com dados da IntoTheBlock, a saída de recursos nas exchanges nos últimos sete dias foi de US$ 6,87 bilhões, superando as entradas de US$ 6,34 bilhões.

Maior saída de fundos de criptos, em especial bitcoin, foi nas Américas

De acordo com a CoinShares, a maioria das saídas de recursos de produtos de investimentos em ativos digitais aconteceu nas Américas, atingindo US$ 98 milhões na semana passada. Enquanto isso, na Europa a saída de fundos ficou em apenas US$ 2 milhões.

Os fluxo de fundos em produtos de investimentos em ativos digitais continuou agitado em antecipação a um política monetária de aumento de juros. Aliás, é essa política que está influenciando os preços nos últimos seis meses, afirma a empresa. As saídas diárias somaram US$ 102 milhões na semana passada. As de bitcoin foram de US$ 57 milhões e no mês atingiram US$ 91 milhões.

As saídas de ethereum somaram US$ 41 milhões e na semana passada e no ano, US$ 387 milhões. Nem as ações relacionadas a blockchain escaparam desse movimento, segundo a Coinshares. Tanto que o fluxo caiu US$ 5 milhões.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.