Bitci, que tem parceria de NFTs com a CBF, vai operar no Brasil

Bitci tem acordo com CBF para negócios com blockchain. Foto: CBF.

A turca Bitci, que fez parceria com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para lançar tokens não fungíveis (NFTs) da seleção, anunciou que terá uma plataforma de criptoativos no país a partir deste mês. E já conversa com times como o Sport Clube Recife, Fortaleza, Coritiba, Ceará e Vitória para lançar fan tokens. Seja pelo uso de criptomoedas ou de tokens como os ligados a times, várias empresas do setor estão vindo para cá.

Em entrevista à agência de notícias Reuters, o CEO da Bitci, Onur Altan Tan, disse que o Brasil faz parte da estratégia de expansão global. Portanto, depois daqui, a próxima parada é a Espanha, em março, e até o final do ano, Ásia Central, Índia e Rússia. De acordo com o CEO, a abertura no Brasil se deve aos “ativos valiosos que temos lá”, se referindo à seleção e aos outros clubes.

A plataforma tem contrato exclusivo de três anos com a CBF para negócios com blockchain. Isso inclui os NFTs das seleções masculina e feminino e das seleções Sub-20, Sub-17 e Sub-15. 

A fundação da Bitci aconteceu em 2018. Além da negociação de criptomoedas, a empresa tem um braço de mineração de criptos e o de fan tokens. Assim como uma rede blockchain que usa entre a bolsa e uma plataforma de pagamentos.

Bitci lançou 25 fan tokens

A empresa já lançou 25 fan tokens de clubes e isso inclui os da seleção espanhola, além de corridas de carros. E quer ter mais de 50 até o final do ano. E, segundo Tan, o objetivo é alcançar o líder do mercado local num curto espaço de tempo. É um objetivo ambicioso, porque o Brasil tem o Mercado Bitcoin, que já é unicórnio e tem mais de 3 milhões de usuários. Também chegou aqui a mexicana Bitso, que fechou parceria com o São Paulo, por exemplo, e também é unicórnio.

A Turquia não permite o uso de criptoativos para pagamentos, mas o aumento da inflação faz muita gente buscar as moedas digitais.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *