Mercado de Criptomoedas por TradingView

Após suspender saque no Brasil, Binance anuncia substituição do Capitual, que nega problemas

A Binance vai substituir a Capitual por um novo provedor de pagamentos local “com extensa experiência”, anunciou hoje (17) a maior corretora de criptomoedas do mundo e do mercado brasileiro. Mas, não anunciou ainda quem será, dizendo apenas que o objetivo é oferecer “uma solução melhor para os clientes” e que está tomando medidas legais relacionados ao ex-parceiro. O anúncio aconteceu nesta tarde, horas depois de informar aos clientes que os serviços estavam bloqueados por conta de atualização de políticas do Banco Central (BC) relacionadas a Know Your Client (KYC). O bloqueio pode durar três dias, segundo a empresa. Capitual negou problemas.

De acordo com fontes do mercado, a questão do KYC é que era feito pelo Capitual. Mas desde hoje passa a ser feito também pelo parceiro bancário, o Acesso Bank, por determinação do BC. O Acesso é o parceiro bancário e o Capitual a plataforma tecnológica. Assim, haverá uma individualização de contas para cada usuário das exchanges. O Acesso é da Méliuz desde março de 2021.

Em comunicado, a Kucoin, que também usa o Capitual, anunciou suspensão dos serviços de pagamentos por conta de atualização de regras do BC. O aviso foi feito ontem (16). “O objetivo desta atualização é garantir que os pagamentos dos usuários sejam seguros e estejam em conformidade com as regulações. Os usuários serão redirecionados para a página da Capitual para completar a verificação de identidade. Lembramos que você deve preparar os seguintes materiais para o KYC: ID ou carteira de motorista, selfie. Aqui estão as instruções detalhadas da operação: Nova documentação de KYC Capitual da KuCoin“, informou a exchange.

Binance fala em 72 horas de interrupção

Em comunicado, o Capitual afirmou que as exchanges KuCoin e Huobi “adequaram seus sistemas às modificações ocorridas na plataforma do Capitual e os serviços prestados a seus usuários em transações com reais acontecem regularmente. No caso da Binance, o Capitual aguarda informações sobre essa adequação”. Além disso, afirmou que seus serviços para as exchanges internacionais estão funcionando normalmente. E que trabalhou por 45 dias para atender a determinação do BC na adequação da plataforma em questões de controles e segurança nas operações de criptomoedas.

A transição da Binance para outro provedor de pagamentos em reais, segundo a exchange, “será suave nas próximas semanas”. Além disso, afirmou que está tomando todas as medidas necessárias, incluindo legais relacionadas ao Capitual, para que os usuários não sejam afetados negativamente pela mudança. 

“Para depósitos e saques, os usuários podem ainda realizar transações via sistema P2P da Binance. Para compra direta de criptomoedas, a Binance tem Pix e transferências bancárias disponíveis por meio de um provedor alternativo. Para saques, existe a opção ‘vender para cartão’ disponível para o Visa, um novo recurso a custo zero. Em caso de dúvidas, os usuários podem acessar o suporte da Binance”, de acordo com a empresa.

Kucoin também anunciou suspensão

Aos seus clientes, afirmou que “infelizmente nosso canal de depósitos e saques de BRL via PIX e TED estão com uma instabilidade devido à atualização de Políticas instauradas pelo BACEN – Banco Central do Brasil. Os depósitos e os saques por este meio estão bloqueados, mas não se preocupe ainda pode usar outros métodos para sacar e depositar. Neste momento o prazo que temos para voltarmos a abrir este tipo de depósitos e saques é de 72h.”

A empresa disse que continua a conduzir o processo de aquisição da corretora local Sim;paul, autorizada pelo Banco Central e pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Ao mesmo tempo, a Kucoin disse que estava lançando os primeiros pares de negociação fiat em spot, BTC/BRL, ETH/BRL e USDT/BRL às 10:00:00 (UTC) / 07:00:00 (GMT-3) no próximo dia 20 de junho.

*Reportagem atualizada em 17.6.22 às 20h45 com posicionamento do Banco Capitual.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.