Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

Brian Brooks, ex-regulador dos EUA, será CEO da Binance.US

Brian Brooks deixa Binance dos EUA por divergência de estratégias.

Ninguém menos do que Brian Brooks será presidente da Binance.US. Até 14 de janeiro passado, Brooks era um dos reguladores dos Estados Unidos (EUA). Isso porque era o responsável pelo Escritório do Controlador da Moeda (OCC, na sigla em inglês). Nessa posição, deu espaço bancos atuarem com criptomoedas.

Durante sua gestão na OCC, Brooks emitiu comunicados em que permitiu, por exemplo, que bancos dos EUA custodiem ativos digitais, tenham reservas em moedas estáveis e participem de redes blockchain dessas moedas como nós. Assim, permitiu aos bancos atenderem à demanda crescente de seus clientes por criptomoedas.

Porém, Brooks não é um novato no mundo corporativo das criptomoedas. Por 19 meses, até maio de 2020, foi o responsável pela área jurídica da Coinbase, maior corretoras de criptos dos EUA.

No entanto, teve de abrir mão de usas opções de ações quando chegou deixou a Binance para se mudar para o COO. Na venda, ganhou algo em torno de U$ 4,6 milhões. Mas, seu sucessor teria ganho US$ 300 milhões na oferta de ações da empresa na semana passada.

A Binance, que diz ser a maior corretora de criptomoedas do mundo, com volume diário de US$ 48 bilhões, enfrenta problemas com reguladores nos EUA. No mês passado, a Commodity Futures Trading Commission (CFTC) abriu uma investigação sobre a possível venda de derivativos a americanos.

A CFTC diz que bitcoin e ether são commodities, portanto, quer regulá-los. Já a Binance afirma que não permite a residentes nos EUA acessarem seu site e evita que façam depósitos ou saques.

No Brasil, a associação que reúne corretoras de criptomoedas, a ABCripto, entrou com denúncia semelhante contra a Binance.

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>