Binance anuncia saída do Canadá após novas regras para empresas de criptos

A Binance anunciou na última sexta-feira (12) que está deixando o mercado canadense, país para onde seu fundador, Changpeng Zhao, se mudou aos 12 anos. Assim, se junta a outras empresas como Paxos, que emitia sua cripto BUSD, e a exchange descentralizada dyDX, que já tinham tomado essa decisão anteriormente. De acordo com um tweet da empresa, “novas diretrizes sobre criptomoedas estáveis (stablecoins) e limites para os investidores em exchanges de criptos fazem o mercado do Canadá ser insustentável para a Binance neste momento”.

O Canadá apertou as regulações para plataformas de criptoativos nos últimos meses. Uma das ações veio da Comissão de Valores Mobiliários de Ontário, que passou a exigir um processo de pré-registro. De acordo com o regulador, o objetivo é proteger os investidores. A Binance não pode operar nesse mercado. Empresas como a Coinbase e a Gemini deram entrada no processo em Ontario em março passado. Outras como a Fidelity pediram isenção em alguns pontos.

Com as novas regulações e as reclamações de operadoras, o mercado canadense está se aproximando, em termos de ambiente para cripto, ao dos Estados Unidos.

A Binance disse num post em rede social que o Canadá é um mercado pequeno para a empresa, mas adiou a decisão de deixar o Canadá para buscar alternativas “razoáveis” para proteger seus clientes. “Mas, ficou claro que não há nenhuma.” De acordo com a empresa, os clientes canadenses estão sendo avisados sobre o impacto da decisão em suas contas.

A empresa afirmou que não concorda com as decisões do governo e que espera continuar conversando com os reguladores sobre o marco regulatório. “Estamos confiantes de que em algum dia vamos retornar ao mercado.” O Canadá

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *