Banco Safra lança fundo de cripto para investidor qualificado

Fachada da sede do Banco Safra. Foto: Joehawkins, Wikicommons.

O Banco Safra também aderiu ao mundo cripto. A instituição está oferecendo o fundo SAF Cripto Selection, mas apenas para investidores qualificados aqueles que têm a partir de R$ 1 milhão investidos, segundo apurou o Blocknews.

O início do fundo foi em 27 de novembro passado e o investimento mínimo é de R$ 1 mil. Até ontem (13), a rentabilidade foi de 10,921%. A cota que começou em R$ 100 estava em R$ 110,92. O patrimônio começou em R$ 10 milhões e chegou a R$ 11,169 milhões. A taxa de administração é de 2% ao ano.

Os dados estão no site do Banco Safra. Mas, como é um fundo para investidores qualificados, o banco não precisa disponibilizar dados básicos em lâminas. Assim, não há detalhes da composição do fundo, que está na categoria Multimercado Investimento no Exterior.

Ao mirar nos investidores qualificados, o Safra tem uma “barreira” de entrada maior do que outros alguns dos fundos de bancos que miram no investidor do varejo. É o caso do BTG Pactual Reference Ethereum 20, que pede investimento inicial de R$ 100, ou o BTG Pactual Bitcoin 20 Fundo de Investimento Multimercado, com investimento de R$ 1.

Na BLP Crypto, focada em fundos que incluem ativos digitais, há opções que vão de investimentos mínimo de R$ 100, como 20% investido no Genesis Block Fund e o restante em títulos públicos federais, a R$ 10 mil, no caso do BLP Crypto 100, para investidor profissional e que investe 100% no Genesis. Mas tem também o Genesis Block Fund, para quem tem US$ 100 mil (cerca de 520 mil) na conta para aplicar em criptos.

O banco também já estudou a negociação de criptomoedas, afirmou recentemente uma fonte ao Blocknews.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *