Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

Banco Inter vai oferecer dois fundos de criptomoedas da Vitreo DTVM

Banco Inter vai oferecer fundo de criptomoedas, como bitcoin.

O banco Inter vai oferecer dois fundos da Vitreo DTVM em criptomoedas. A oferta faz parte de um acordo pelo qual uma instituição vai disponibilizar fundos da outra. Além disso, as empresas poderão criar produtos em conjunto.

Dessa forma, o banco Inter reforça sua área de investimentos e a Vitreo poderá mostrar seus produtos aos 9 milhões de clientes do banco digital.

Neste início da parceria, anunciada hoje (10), os fundos da Vitreo que o Inter vai disponibilizar são o CriptoMoedas e CriptoMetals Blend.

A empresa disse que os fundos poderiam ser acessados hoje, mas não constam na lista de opções no site da empresa.

Um terceiro fundo que o Inter vai oferecer é o Tech Select, que investe nas em empresas gigantes de tecnologia como Facebook, Apple, Amazon, Microsoft e Google e entra no ar no dia 15 de março.

Banco Inter se diferencia

Ao oferecer fundos de criptos, o Inter se diferencia na comparação com alguns de seus concorrentes.

Nos Estados Unidos, os bancos tradicionais, como era o Inter antes de ser digital, se aproximam cada vez mais do mundo das criptomoedas. Em especial depois dos recordes atingidos pelo bitcoin. Exemplos de bancos estudando ou oferecendo criptos lá fora incluem Goldman Sachs e JP Morgan.

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>