Mercado de Criptomoedas por TradingView

Agrotoken e Visa fazem parceria para pagamento com tokens

A tecnologia blockchain se aproxima cada vez mais do mundo do pujante agronegócio global. Uma parceria entre a startup argentina Agrotoken e a Visa vai permitir que os agricultores paguem suas compras com tokens de soja, trigo ou milho.

Criada em 2020, a Agrotoken é a primeira plataforma global de tokenização de commodities agrícolas. Suas moedas digitais estáveis (stablecoins) são soya, cora e whea, lastreadas em soja, milho e trigo respectivamente.

A armazenagem dos grãos é com tradings parceiras e há emissão de certificados. Para cada soya, por exemplo, há uma tonelada de soja real custodiada em armazenagem. Além disso, validação é através da chamada Prova de Reserva de grãos (PoGR, na sigla em inglês).

Assim, com a parceria com a Visa, produtores rurais terão acesso à rede global de mais 80 milhões de estabelecimentos que aceitam a bandeira.

Expansão no Brasil

A iniciativa, no entanto, não é a primeira da Agrotoken. Isso porque em março, numa parceira, o Santander argentino já começou a aceitar os criptoativos como garantia de empréstimos para safra. De acordo com o cofundador da Agrotoken, Eduardo Novillo Astrada, a empresa e o Santander trabalharam juntos na criação de produtos financeiros de acesso fácil. Isso aconteceu por meio de um sistema de crédito lastreado nos grãos tokenizados.

No final de 2021, a Agrotoken levantou US$ 5 milhões. A rodada incluiu Algorand Investment, Xperiment VC, Barn, ByMa, Bordeless Capital, Newtopia, entre outros investidores.

Além de consolidar as operações na Argentina, a Agrotoken vai usar o capital para expansão no Brasil e também nos Estados Unidos em 2022.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.