Visa lança programa de fidelidade com carteira digital Web3

Programa da Visa usa ativos digitais. Imagem: Visa.

A Visa anunciou, ontem (4), o lançamento de uma solução de fidelidade e engajamento com ferramentas da Web3. A solução serve para marcas oferecerem a seus clientes incluir programas imersivos como sorteios gamificados, caças ao tesouro de realidade aumentada e outras formas de ganhar e queimar pontos de fidelidade com uso de ativos digitais. E para isso, o cliente precisa usar a wallet que a Visa vai disponibilizar com o serviço.

De acordo com a empresa esse programa é uma forma das “marcas entenderem os clientes da próxima geração onde elas estão cada vez mais presentes, ou seja, em mundos digitais e virtuais”. Assim, os marcas parceiras podem fornecer aos clientes uma carteira digital para colocarem recompensas a experiências virtuais, digitais ou reais. Para isso, a empresa está usando a plataforma corporativa de Web3 da SmartMedia Technologies.

Entre as ações que a empresa cita de engajamento que são possíveis com a solução estão ingressos para eventos digitais ou presenciais, acesso VIP para benefícios e jogos para se ganhar criptos de fidelidade. Além disso, cita cupons, colecionáveis e ofertas tokenizadas e experiências e objetivos digitais que o cliente ganha ao fazer transações com o cartão Visa.

“Troca de valor entre marcas e clientes”

“Os consumidores estão procurando maneiras novas de se envolver com as marcas, e os programas de fidelidade tradicionais não evoluíram na última década. Imagine ganhar um colecionável digital exclusivo, seja comprando ingressos para um evento esportivo ou participando de uma caça ao tesouro de realidade aumentada”, disse Kathleen Pierce-Gilmore, Vice-Presidente Sênior e Diretora Global de Soluções de Emissão, Visa.

“Essa solução permite que as marcas recompensem os clientes não apenas por suas transações, mas também por seu engajamento ativo, pavimentando o caminho para experiências digitais e reais seguras, sem problemas e imersivas na ponta de seus dedos”, completou.

De acordo com Tyler Moebius, CEO da SmartMedia, “a colaboração com a Visa não é apenas sobre melhorar as recompensas do cliente. É sobre redefinir a troca de valor entre marcas e consumidores em um mundo de pagamentos móveis.

Visa aposta em ambientes digitais

Já faz algum tempo que a Visa decidiu que precisava atuar em ativos digitais, por motivos como as operações peer to peer (P2P), que poderiam ser concorrentes do seu serviço, mas não apenas. Os jovens são os maiores usuários de criptos e outros tokens. E os ativos digitais, como NFTs, abrem muitas possibilidades para uma empresa que baseada em tecnologia, como deixou claro no anúncio nessa nova solução.

Recentemente, por exemplo, anunciou que estava expandindo suas capacidades de transferências internacionais com USDC por meio de um piloto com a Crypto.com. Afirmou que já tinha movido “milhões de USDC entre seus parceiros nas redes Solana e Ethereum para liquidação de pagamentos denominados em fiat e autorizados pela rede VisaNet. No Brasil, participa do piloto do real digital junto com a XP.

Carteiras em blockchain privada

Em relação à SmartMedia , em outubro de 2022 a empresa anunciou a compra de três empresas: a suíça BLOCKv Solutions, a autraliana Geronimo e a britânica Austella. Todas para seu foco em Web3 para marcas e agências. Com isso, é iportante lembrar que os serviços que a empresa oferece, inclusive com este novo da Visa, é permissionado, ou seja, a carteira deve estar sob controle das empresas.

Segundo a Visa, pesquisas mostram que os consumidores hoje têm novas e elevadas expectativas sobre o valor que recebem dos programas de fidelidade. E isso vai além dos benefícios tradicionais baseados em pontos.

“As pessoas desejam ser recompensadas não apenas por suas compras e fidelidade, mas também por seu engajamento e interações com uma marca. Especialmente se for divertido, fácil e recompensador. Mais de 77% dos consumidores em todo o mundo valorizam experiências reais e 60% desejam experiências curadas sob medida para suas preferências.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *