Mercado de Criptomoedas por TradingView

Workshop em blockchain da Sociedade Brasileira de Computação recebe artigos da indústria e academia

Receita Federal olha para blockchain há vários anos. Foto: Gerd Altmann. Pixabay
SBRC recebe artigos sobre blockchain para workshop sobre tecnologia que acontecerá no evento anual da Sociedade Brasileira de Computação

O IV Workshop em Blockchain: Teoria, Tecnologias e Aplicações (WBlockchain 2021) está recebendo artigos da indústria e da academia. Para a indústria, a data limite para submissão de resumos expandidos é 14 de julho. Já para a academia, a entrega de artigos vai até o próximo dia 28. *

O workshop é parte do 39º Simpósio Brasileiro de Redes de Computadores e Sistemas Distribuídos (SBRC), que será de 16 a 20 de agosto em Uberlândia (MG). O evento é da Sociedade Brasileira de Computação (SBC) e do Laboratório de Redes de Computadores (LARC).

O objetivo do workshop em blockchain é, portanto, unir duas pontas fundamentais para a inovação: pesquisadores e desenvolvedores da academia e da indústria.

Está provado que quanto mais os dois lados interagem, mais um país ganha eficiência. Mas, se o governo formar com eles uma tríplice hélice para inovação, melhor ainda.

Autores dos três melhores artigos poderão submeter versões estendidas para o Transactions On Network And Service Management (TNSM). E há também a opção de submeter para o Journal of Internet Services and Applications (JISA).

As propostas para lidar com desafios relacionados a blockchain, por exemplo, segurança, privacidade, escalabilidade e sustentabilidade têm vindo tanto academia como da indústria, diz Glauber Dias Gonçalves, coordenador do evento e professor da Universidade Federal do Piauí (UFPI).

Artigos sobre blockchain para aproximar academia e indústria

Por isso, as duas partes podem se beneficiar dessa aproximação, com a submissão de artigos sobre blockchain. De acordo com Gonçalves, “a academia pode conhecer as experiências e dificuldades da aplicação de blockchain em campo. Possivelmente novos problemas podem vir à tona para serem investigados com metodologia científica.”

“Já a indústria pode ter acesso ao estado da arte em pesquisa e discussão de questões que estão na fronteira do conhecimento sobre blockchain. Questões essas que podem gerar novos produtos, aplicações, enfim, inovação tecnológica”, diz o professor.

“Queremos dar espaço aos casos de uso que a indústria está construindo. Assim, o WBlockchain quer ser um ambiente para dar a visibilidade para quem se dedica a implantar a tecnologia”, afirma Marcela Gonçalves, CDO da Multiledgers.

Isso já acontecia para a academia. No entanto, “agora estamos tentando trazer outros atores desse ecossistema para fomentar a troca de experiências”, afirma a engenheira e coordenadora de trabalhos da indústria do workshop.

Segundo Igor Machado Coelho, também coordenador de trabalhos da indústria, há grupos de pesquisa de diferentes campos trabalhando para buscar avanços em blockchain.

“A indústria tem a necessidade de avanço rápido e o meio acadêmico pode fornecer mão-de-obra qualificada para isso. Assim como nortear novos desenvolvimentos do ecossistema”, diz o também professor da Universidade Federal Fluminense (UFF).

*Reportagem atualizada às 16h53 com a data de submissão de artigos da indústria.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.