Mercado de Criptomoedas por TradingView

Roadis, que tem estrada na Bahia, testará blockchain em pedágio

Indra, que fará projeto da Roadis, diz que blockchain em infraestrutura ajuda na compensação de valores. Foto: Roadis.

A Roadis, empresa espanhola de infraestrutura que no Brasil administra 680 quilômetros de estrada na Bahia, vai testar o uso de blockchain em pedágios. A solução é da Indra, empresa de consultoria e tecnologia. O objetivo é evitar fraudes, ataques cibernéticos e reduzir conflitos entre participantes da rede, como o estado e o concessionário, por conta de dados que parecem discordantes entre participantes da rede.

O teste será na rodovia de Monterrey a Saltillo, no México. que tem 103 quilômetros e movimento de 11,2 mil carros ao dia. Blockchain estará no backoffice do sistema de pedágio. Assim, vai dar maior segurança para a veracidade dos dados, permitir o rastreamento dos registros, melhorar as compensações de valores entre as empresas envolvidas no negócio, os pagamentos à autoridade estatal dona da estrada e uma auditoria financeira melhor

Além disso, blockchain deve reduzir problemas de fraudes como pagamentos de pedágio com cartões falsos, por exemplo, ao integrar diferentes instituições na rede. A tecnologia também poderá “reduzir os problemas que podem surgir na gestão de listas de usuários bloqueados por algum atraso no envio de registros de matrículas e de informações do veiculo que usou o pedágio”, completo a Indra, que também tem o braço Minsait.

Blockchain em infraestrutura melhora a compensação de valores

No caso de rodovias, a tecnologia se adequa à cobrança de pedágios em especial quando há interoperabilidade entre várias concessionárias, de acordo com a empresa. Mas, o mesmo pode se aplica ao uso de blockchain em outras ´áreas de infraestrutura. Por exemplo, em petróleo e geração de eletricidade por meio de painéis solares.

A Indra está usando Quorum, uma solução blockchain para empresas que era do JPMorgan e agora é da Consensys. A rede não é pública, portanto, cada participante tem acesso aos dados de acordo com sua função no negócio. Nesse piloto no México, os participantes poderão ver e registrar operações, enquanto os órgãos de governo poderão fazer as auditorias.

A consultoria espanhola também vai usar blockchain num projeto para simplificar os projetos de logística na Espanha, o Simple. Assim, vai implantar um sistema que integrará toda a informação sobre transporte de mercadorias e logística do país. Com isso, vai rastrear todos os documentos e cargas e integrar todos os participantes do transporte.

A Indra também faz parte do projeto Critical-Chains, da universidade britânica Reading, que estuda o uso de blockchain e internet das coisas (IoT) no setor financeiro. A Comissão Europeia, braço executivo da União Europeia (UE), financia o projeto.

Compartilhe agora

1 comentário em “Roadis, que tem estrada na Bahia, testará blockchain em pedágio”

  1. Pingback: Infrastructure: Roadis to test blockchain for road tolls | EmergingCrypto.io

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.