Mercado de Criptomoedas por TradingView

“Não sou mais bilionário”, diz criador da Ethereum

“Não sou mais bilionário”, foi o que Vitalik Buterin, o criador da Ethereum, disse na última sexta-feira (20) num post no Twitter. A cripto nativa da rede blockchain também tem visto seu valor cair. Do pico de US$ 4,8 mil em novembro passado, está na faixa de US$ 1.970 nesta segunda-feira (23). Portanto, uma queda de 59%. Em 12 meses, a queda é menor, mas ainda assim, significativa, de 25%. Em maio passado a cotação estava na faixa de US$ 2.6 mil.

Buterin fez a declaração ao apoiar o fato de Elon Musk, fundador da Tesla e SpaceX, e Jeff Bezos, fundador da Amazon, de usarem as redes sociais com frequência. “O que aconteceu com ‘falar diretamente com as pessoas’ ser uma virtude?” O menino prodígio de blockchain respondia a um comentário sobre o fato de pessoas, incluindo os bilionários, gostarem de postar.

Ex-bilionário da Ethereum mostra modéstia no Twitter

Buterin tem trabalhado para resolver problemas que enxerga no que ele mesmo criou. Isso inclui dar maior escabilidade e garantir descentralização e segurança. Para isso, um dos maiores eventos da rede será a mudança de proof of work (PoW), o mesmo sistema de consenso do bitcoin, para proof of stake (PoS). E isso está programado para acontecer em agosto próximo.

Aliás, sobre essa mudança, o ex- bilionário da Ethereum tweetou que continua achando que PoS é superior a PoW e que melhorar a velocidade da rede é importante.

O fundador da Ethereum tem 3,9 milhões de seguidores em seu perfil no Twitter, a rede que Musk disse querer comprar. E também está postando com frequência. A diferença com Musk é que seus posts são em tom bem mais amenos. E em alguns deles, Buterin convida seus seguidores a darem opiniões sobre diferentes assuntos que assume não ter uma resposta definida. Algo bem diferente do que o fundador da Tesla faz, por exemplo.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.