Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

LACChain, aliança liderada pelo BID, cria governança para sua blockhain ser de uso universal

Dash investe na 88i para crescer na América Latina. Foto: Pixabay

A LACChain regulamentou sua blockchain para que qualquer usuário possa utilizá-la. A iniciativa é uma aliança global de empresas e governos. E o líder é o Laboratório de Inovação do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o BID Lab.

O objetivo da LACChain é desenvolver o ecossistema blockchain na América Latina e Caribe. Inclusive estudar formas de diminuir a fragmentação de redes na região. Isso impede a conexão entre elas e, portanto, o desenvolvimento do uso.

Mas, o que a LACChain propôs a organismos internacionais é uma governança para uma rede blockchain de uso universal.

Assim, escolheu o modelo de rede pública permissionada. Dessa forma, poderá cumprir as leis dos países, já que cada país adaptará o uso às regulações locais.

O BidLab desenvolveu uma governança para regular a resposta contra falhas da rede e permitir sua evolução. Isso significa “suportar uma rede ativa 24×7 para qualquer uso e que evolua no futuro”, de acordo com Albi Rodríguez Jaramillo, assessor sênior do LAB.

Um dos obstáculos das empresas tradicionais para uso de blockchain é saber quem responde por queda ou ataque cibernético da rede. Já que o sistema é mais descentralizado, é um dos fatores que mais gera dúvidas sobre adotar blockchain.

A reportagem completa é do site espanhol Blockchain Economía, parceiro de conteúdo do Blocknews. O link de acesso à reportagem completa sobre o assunto é https://bit.ly/38ybNj0 .

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a startup Multiledgers participam da aliança. A Multiledgers fornece IaaS (Infrastructure as a Service) e BaaS (Blockchain as a Service).

Além deles, o grupo inclui membros como a Ethereum Enterprise Alliance, a Everis e a Consensys. São 81 nós.

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>