Hyperledger Global Forum 2021 acontece de 8 a 10 de junho em três fusos horários

Hyperledger Global Forum vai ter apresentações de casos do Brasil. Imagem: Hyperledger.
Hyperledger Global Forum 2021 acontece de 8 a 10 de junho em três fusos horários e vai discutir temas como rastreamento e identidade digital

A comunidade Hyperledger fará seu maior evento online de 2021 na próxima semana. O Hyperledger Global Forum 2021 acontecerá de 8 a 10 de junho e os painéis serão em três fusos horários. Assim, será possível atender a participantes de todos os países.

Leitores do Blocknews, que é parceiro de mídia do evento, têm 50% de desconto na inscrição usando o cupom HGF21BLOCKNWS.

Hyperledger é uma plataforma de código aberto desenvolvida com o apoio da Linux Foundation. O objetivo do evento é apresentar casos de uso, de desenvolvimento da plataforma e a conexão com outras tecnologias.

Haverá três apresentações envolvendo o Brasil. No dia 9, Fernando Marino, especialista em blockchain do CPqD, falará sobre integração de tecnologias para identidade auto-soberana.

No mesmo dia, Nina Schmulius, da 7479c, da Alemanha, falará sobre o uso de blockchain para reduzir o lixo eletrônico e tornar a reciclagem comercial desses produtos em algo viável. Nina cita, por exemplo, o Brasil com um dos países que compra esse tipo de lixo de locais como Estados Unidos e Alemanha.

IAsis vai apresentar caso do Brasil no Hyperledger Global Forum

Já no dia 10, Diógenes José Firmiano, CEO da healthec IAsis Health, vai apresentar o sistema de dados do governo federal que usa Hyperledger Fabric. Dessa forma, o projeto deverá levar a um registro individual da saúde de cada cidadão.

Ente os outros painéis haverá, por exemplo, a apresentação do caso de identidade digital dos Correios da Itália (Poste Italiane). Com isso, a empresa é o maior provedor desse tipo de identificação do país.

Borre Moolenaar, líder de produto digital da Cargill, vai apresentar o uso de Hyperledger na cadeia de suprimentos. Portanto, vai abordar um dos temas mais discutidos quando se fala em blockchain.

Já no dia 10, Diógenes José Firmiano, CEO da healthec IAsis Health, vai apresentar o sistema de dados do governo federal que usa Hyperledger Fabric. Dessa forma, o projeto deverá levar a um registro individual da saúde de cada cidadão.

Ente os outros painéis haverá, por exemplo, a apresentação do caso de identidade digital dos Correios da Itália (Poste Italiane). Com isso, a empresa é o maior provedor desse tipo de identificação do país.

Borre Moolenaar, líder de produto digital da Cargill, vai apresentar o uso de Hyperledger na cadeia de suprimentos. Portanto, vai abordar um dos temas mais discutidos quando se fala em blockchain.

Yuki Kondo, pesquisador da Hitachi, falará sobre a criação de tokens implementando as interfaces ERC20 e ERC721 no Hyperledger Fabric. Peter Somogyvari, arquiteto de tecnologia da Accenture, vai demonstrar aplicações corporativas em Hyperledger Cactus que permitem visualizar de informações vindas de outras plataformas, como por exemplo Quorum e Corda.

E Sara Ghaemi, especialista em tecnologia da Telus, do Canadá, falará sobre uma solução de interoperabilidade de blockchains permissionadas (privadas). De acordo com especialistas do mercado, interoperabilidade é um dos maiores desafios de blockchain.

Além dos painéis de casos, o Hyperledger Global Forum terá sessões de networking. No primeiro dia, os temas serão identidade digital e interoperabilidade.

No dia seguinte, sobre serviços financeiros, moedas digitais e telecomunicações. E no último dia do evento, sobre mídia e entretenimento e cadeia de suprimentos e logística.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *