Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

Grupo lança plataforma pública de rastreamento hospedada pela ONU

O World Economic Forum (WEF), o International Trade Center – instituição da Organização das Nações Unidas (ONU) -, a Everledger, o austríaco Lenzing Group, que produz fibras para indústrias de vários segmentos, e a Textile Genesis , plataforma de rastreamento de vestuário, lançaram uma plataforma blockchain pública de rastreamento para cadeias de suprimentos. A startup brasileira Plataforma Verde será uma das três empresas que participarão da piloto e co-design na fase 2.

“Vamos revelar qual é o nosso projeto na plataforma em abril, no World Economic Forum da América Latina“, disse ao Blocknews Chiko Sousa, fundador da Plataforma Verde, focada no gerenciamento de resíduos sólidos. O WEF Latam será em São Paulo, entre 28 e 30 de abril.

Nesta fase 2, o grupo vai trabalhar na identificação de como pode resolver problemas relacionados a segurança dos dados, sem que a solução prejudique a integridade e a transparência da plataforma.

De acordo com o grupo, o objetivo é responder às demandas dos consumidores por produtos que venham de cadeias de produção éticas e que respeitam o meio-ambiente. Representantes de outros projetos de rastreamento em blockchain, como de café e do atum brasileiro, afirmam que esse também é um dos motivo por trás de seus projetos.

A plataforma do grupo aceitará informações baseadas em blockchain de diferentes fontes e que poderão ser compartilhadas e visualizadas num ambiente neutro. O ITC está hospedando a plataforma por meio de seu Mapa de Sustentabilidade .

“Dessa forma, o ITC pode garantir aos membros da rede que seus dados não serão compartilhados externamente e que os sensíveis estarão hospedados nos centros de dados das Nações Unidas, se beneficiando da neutralidade, imunidades e privilégios da ONU“, diz o documento

As outras duas empresas que vão participar da fase 2 são a Asia Pacific Rayon (APR) e a Evrythng. A APR é uma empresa da Indonésia que produz viscose rayon 100% natural e biodegradável feita de celulose de madeira renovável. A Evrythng, dos Estados Unidos, é uma startup de soluções digitais para controle de peças de vestuário em toda a cadeia, desde a produção ao consumidor.

O projeto da plataforma começou em 2019, com uma prova de conceito (PoC). Buscou-se uma hospedagem confiável para a plataforma e a soluções de problemas técnicos que surgem com a visualização de informações vindas de diferentes provedores de soluções em blockchain.

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>