eProvenance lança solução para monitorar toda a “caótica” cadeia de suprimentos de vinhos

Objetivo é criar uma rede com toda a cadeia de suprimentos do vinho. Foto: IBM

A eProvenance, empresa especializada em monitoramento e análise da qualidade de embarques de produtos sensíveis e caros, lançou a plataforma VinAssure, focada em vinho e baseada em blockchain. Dessa forma, busca dar maior precisão e segurança a uma cadeia de suprimentos muita vezes caótica, afirmou Robin Grumman-Vogt, CEO da empresa.

As vendas de vinho movimentam US$ 360 bilhões ao ano, sendo cerca de US$ 40 bilhões em exportações. Esses negócios envolvem uma série de atores, localidades e deslocamentos, num trânsito complexo e delicado.

Para essa operação, a plataforma é a IBM Blockchain Transparent Supply, que usa também inteligência artificial e cloud. A eProvenance verifica as condições do embarque e dados como temperatura, umidade e geolocalização. E faz isso usando algoritmos.

Rede de produtores a consumidores

De acordo com a eProvenance, o objetivo é criar um ecossistema da indústria do vinho que conecte produtores, comerciantes, transportadores, distribuidores, restaurantes e o varejo. Assim, a ideia é que os consumidores também tenham a garantia da qualidade do produto.

Segundo a empresa, seu primeiro cliente é o importador norte-americano De Maison Selections. “O vinho carrega um forte senso de localização e cultura de quem o produziu. Acreditamos que no futuro, o setor vai adotar a verificação de origem e rastreabilidade dos produtos”, disse André Tamers, proprietário da empresa.

Origem do vinho

A partir de agora, seus clientes poderão ver informações como o vinhedo onde foram cultivadas as uvas de uma garrafa, as características desse vinhedo e se a plantação é orgânica e sustentável.

Além disso, sobre as fases seguintes será possível saber quem e quando transportou produto, por onde passou e onde foi armazenado. Tudo isso acessando identificadores como o QR Code.

Segundo eProvenance, há outros interessados no produto, como o Ste. Michelle Wine Estates, Export Division e Maison Sichel, essa última de Bordeaux.  

Além de vinho, a empresa monitora e rastreia a qualidade de produtos como obras de arte e produtos de couro.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *