Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

Diem testará moeda atrelada a dólar e em pequena escala; só falta a data

Diem tem à frente o Facebook, de Mark Zuckerberg. Foto: Facebook.

A Associação Diem, ex-Associação Libra, planeja lançar um piloto de sua moeda estável (stablecoin) atrelada a dólar neste ano. Quem divulgou a informação foi a CNBC, que citou como fonte uma pessoa próxima ao projeto.

De acordo com a fonte, será um piloto em pequena escala. Além disso, o foco vai ser em transações entre consumidores. Poderá haver uma opção para a compra de produtos.

A demora em lançar a Diem tem gosto de decepção para o ecossistema de criptoativos. Afinal, ninguém menos do que o Facebook e seus bilhões de clientes dariam suporte à iniciativa e, assim, ajudar a acelerar o uso de criptosativos.

Mas, é inegável que a iniciativa ajudou a acelerar as discussões sobre as moedas digitais e as de bancos centrais (CBDCs). O anúncio da Diem – na época Libra – aconteceu em junho de 2019. Mas houve tanta rejeição dos reguladores dos Estados Unidos (EUA) e Europa que o Facebook, líder da iniciativa, teve de rever os planos.

Por isso também empresas como Visa, Mastercard e PayPal deixaram o projeto e tocam suas próprias iniciativas em criptoativos.

Diem quer ir além de uma moeda

A questão é que a ideia do grupo é criar não só uma moeda, mas um sistema internacional de pagamentos. Esse, ainda por cima, passaria ao largo dos bancos. E mais, facilitaria os pagamentos entre os clientes das empresas envolvidas, como os 2,7 bilhões de usuários mensais do Facebook.

Com esse revés, o projeto passou por uma revisão. Ao invés de uma moeda lastreada numa cesta de moedas fiduciárias fortes, agora haverá várias moedas Diem, cada uma lastreada numa moeda fiduciária, como o dólar e o euro.

Nessa mudança de rumo, nos últimos meses a associação montou um time de peso em todas as posições, em especial nas regulatórias, jurídicas e de compliance. Mas, essa mudança inclui também a saída de Dante Disparte, o rosto e a voz da Diem até a formação desse time.

Disparte era quem saia em defesa da moeda em encontros internos e externos. Agora, o executivo é o responsável pela estratégia e por politicas globais da Circle, emissora da moeda estável USDC. Essa está num estágio mais avançado já que é negociada, está em uso e prepara sua expansão.

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>