Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

Crypto.com vai patrocinar Libertadores e terá NFTs da Conmebol

Conmebol diz que Libertadores atrai bilhões de pessoas.

A plataforma de criptoativos Crypto.com fechou um acordo com a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) para ser parceiro oficial da Conmebol Libertadores de 2023 a 2026. Além disso, vai ser uma das empresas licenciadas oficiais de tokens não-fungíveis (NFTs) da competição a partir de 2022.

A parceria já deve começar com uma ação na final da Libertadores neste sábado (27), em Montevidéu, entre Palmeiras e Flamengo. Segundo a Confederação, suas competições em 2020 alcançaram números recordes em classificação, participação digital, público nos estádios e vendas. No entanto, não divulgou os números no comunicado de hoje `a imprensa. Embora inclua dez países da região, a Conmebol diz que seu público é global.

Pelo acordo, de 2023 a 2026, a Crypto.com vai ser a primeira marca integrada no Assistente de Árbitro Virtual (VAR). Além disso, terá sua marca em estádios, eventos, transmissões e em ativos digitais. Os NFTs que a Conmebol e a Crypto.com vão desenvolver NFTs associadas estarão na plataforma da exchange.

“Nossa pesquisa mostra que a América Latina está liderando o caminho para a adoção de criptomoedas”, disse Kris Marszalek, cofundador e CEO da Crypto.com. Segundo ele, 40% dos latino-americanos dizem que estão interessados ​​em comprar criptomoedas em um futuro próximo.

Crypto.com está aumentando exposição no Brasil

Além do patrocínio, ao menos na cidade de São Paulo é possível ver publicidade da marca nas ruas, indicando que está aumentando sua exposição neste mercado.

“Naturalmente, estávamos ansiosos em apoiar a competição de futebol de clubes mais importante do continente, aumentando nosso portfólio de patrocínios esportivos de classe mundial”, completou.

A Crypto.com já anunciou outros acordos do tipo. Um deles é o acordo para que o ginásio multi-uso Staples Center, em Los Angeles (EUA) e casa de times como  Los Angeles Kings, Los Angeles Lakers, Los Angeles Clippers e Los Angeles Sparks passe a se chamar Crypto.com.

A empresa também fechou parcerias, por exemplo, com o UFC, a Fórmula 1, o time de futebol Paris Saint-Germain e o time de basquete Philadelphia 76ers da NBA. A empresa foi fundada em 2016 e diz atender mais de 10 milhões de clientes e 2,6 mil funcionários nas Américas, Europa e Ásia.

1 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>