Brian Brooks, que já foi regulador nos EUA, é novo conselheiro da Hashdex

Brian Brooks. Foto: Controladoria da Moeda dos EUA.

Brian Brooks, que já foi regulador nos Estados Unidos (EUA), CEO da Binance.US e diretor jurídico da Coinbase, é o novo – e quinto – conselheiro administrativo da Hashdex. O executivo também é sócio-diretor do Valor Capital Group desde fevereiro passado. O venture capital é um dos investidores da Hashdex e, portanto, ele será o representante do fundo na startup.

De acordo com comunicado à imprensa, Brooks será conselheiro estratégico, fornecendo orientações sobre regulação global para acelerar o crescimento internacional da Hashdex. Segundo o Valor Capital, Brooks também buscará atrair mais investidores institucionais para a Hashdex e fortalecer parcerias estratégicas com organizações financeiras e formuladores de políticas públicas internacionais.

O comunicado não menciona que Brooks foi CEO da Binance.US, assunto sobre o qual evita falar, e também CEO da Bitfury.

O executivo costuma ser citado como o “primeiro controlador de fintechs” e “controlador de criptomoedas” por seu trabalho como responsável pela Controladoria da Moeda dos Estados Unidos. Essa é uma divisão Departamento do Tesouro Americano que emite cartas e supervisiona o sistema financeiro. E Brooks conseguiu conceder as primeiras cartas para fintechs e criptoativos. Depois de sair do governo, foi parar na Binance, onde ficou apenas três meses, saindo por divergências de estratégias, afirmou.

De acordo com Marcelo Sampaio, Co-Fundador e CEO da Hashdex, a habilidade de Brooks “de impulsionar políticas públicas inovadoras e ponderadas é muito necessária neste momento”. “Criptoativos estão mudando a economia de quase todas as indústrias ao redor do mundo, permitindo que pessoas tenham uma participação nas redes das quais fazem parte”, disse Brooks.

Brooks já foi consultor jurídico geral da Fannie Mae, vice-presidente do OneWest Bank, N.A. e sócio-gerente do escritório de Washington, D.C. da O’Melveny & Myers LLP. Além disso, integrou conselhos de empresas públicas e privadas como Wander, Curve, Huski.ai, EarnUp, LoanSnap, TextIQ e HyperDraft e outros.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *