Mercado de Criptomoedas por TradingView

Blocknotas: Inovabra lança estudo de blockchain; vagas em criptos na Indeed e Worldpay com OKCoin

inovabra faz estudo detalhado sobre blockchain. Imagem: inovabra

O inovabra, ecossistema de inovação do Bradesco, lança na próxima terça-feira (3) o estudo “Admirável Mundo Blockchain”. O trabalho é um levantamento detalhado sobre a tecnologia, aplicações, criptomoedas e casos de uso. De acordo com o inovabra, o estudo é resultado de um trabalho com 30 profissionais de dentro e de fora do inovabra.

“O objetivo é fomentar a compreensão sobre blockchain e impactar gestores, empreendedores, investidores, mentores e consultores, afirma o inovabra. Vão participar do evento Roberto Karpinski, analista de inovação do Bradesco e Percival Lucena, cientista em blockchain na IBM. Além deles, participará José Vital, sócio da PwC Brasil. O evento é online e gratuito. As inscrições são feitas pelo link https://bit.ly/2WDu9w8

Crescem vagas e busca por emprego em criptomoedas

A postagem de vagas de trabalho em criptomoedas, portanto também em blockchain, aumentou 144% na plataforma Indeed de junho de 2020 e junho de 2021.  Isso em meio a um aumento do desemprego, que atingiu o recorde de 14,7% no trimestre terminado em abril, ou seja, com 14,8 milhões de brasileiros procurando trabalho. Além do aumento de vagas, as buscas de emprego cresceram 173%.

Mas, em junho passado a relação entre ofertas e buscas mostrou que havia 87 candidatos por vaga. De acordo com Felipe Calbucci, diretor de vendas do Indeed, os candidatos precisam se especializar e as empresas se fortalecerem como empregadoras para manter os colaboradores

Worldpay vai oferecer serviços para bolsa OKCoin

A Worldpay, de soluções de pagamentos, vai oferecer serviços de adquirência e payouts para a bolsa de criptomoedas OKCoin. Assim, vai processar pagamentos em cartões de crédito e débito na compra de moedas digitais. A Worldpay é da FIS, de soluções de tecnologia financeira, há dois anos.

A OKCoin opera com 27 tipos de moedas que rodam em blockchain, incluindo as criptomoedas bitcoin e ethereum, e com staking em protocolos de finanças descentralizadas (ou seja, manter criptos nos protocolos em troca de juros). Segundo Jason Pavona, diretor geral da Worldpay para a América do Norte, nos últimos oito anos a empresa tem trabalhado com corretoras de criptomoedas.

Compartilhe agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.