Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

usastrong.io usa blockchain para garantir que produtos são feitos nos EUA

Blockchain é a solução que a usastrong usa para garantir origem. Foto: usastrong.io

Em outubro de 2020, quando a pandemia já tinha deixado muita gente sem trabalho, Krissy Mashinsky, que foi executiva da Urban Outfitters, lançou a plataforma usastrong.io para promover produtos totalmente feitos nos Estados Unidos (EUA). E incluiu blockchain no projeto para rastrear e registrar a procedência dos artigos, que na maioria são de empreendedoras.

Nessa empreitada, Krissy conta com seu marido, Alex Mashinsky, que atua no mundo das criptomoedas. Isso porque Mashinsky fundou a Celsius, uma plataforma descentralizada de empréstimos, além de ter criado e investido em diversas empresas de tecnologia.

Para que os produtos sejam rastreados por blockchain, devem ter um número limitado de componentes. Afinal, os insumos também devem ser dos EUA. Alex Mashinksy diz que em breve vai licenciar sua blockchain Strong Blockchain ™️ para outras empresas.

A usastrong.IO é a primeira plataforma que faz a curadoria, a venda e a verificação de produtos, além de usar blockchain. Começou como comércio eletrônico de vestuário casual, mas se expandiu para outros produtos, como por exemplo, de decoração, beleza e acessórios. Nas próximas semanas, a lista vai incluir vinhos.

Blockchain é tecnologia que fundadores conhecem bem

Do total dos vendedores, 70% são mulheres. O percentual é um reflexo do fato de que 40% dos novos negócios no país serem de mulheres, segundo a Forbes. Em janeiro passado, a plataforma tinha 20 negócios e espera fechar o ano com 12 mil. Esses pagam de 5% a 6% de comissão sobre suas vendas para a usastrong.io, portanto, praticamente metade dos 13% que a Amazon cobra.

O site atingiu 45 mil usuários, diz Krissy. No entanto, a expectativa dos Mashinsky é que o hábito dos consumidores de comprar mais de fornecedores perto de suas residências seja um dos impulsionadores do site no longo prazo. Essa tendência começou com a pandemia.

“A ênfase em empreendedorismo, em produtos comprados no comércio local e com a verificação de que são feitos nos Estados Unidos apela para os atuais valores das mulheres”, diz Krissy. Para essa verificação, portanto, blockchain é uma ferramenta ideal.

0 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>