Claudia Mancini
é jornalista e cientista política, especializada em negócios, blockchain e economia digital

Ação da Coinbase começa a se recuperar após desabar por receita abaixo da esperada

Brian Armstrong, CEO da Coinbase, que viu queda nas operações com bitcoin e etehreum. Foto: Coinbase

A ação da Coinbase, maior corretora de criptomoedas dos Estados Unidos (EUA), começou a se recuperar na manhã desta quarta-feira (10), após desabar durante a noite por conta de uma queda de receita abaixo do que o mercado esperava.

Depois de fechar em US$ 357 no pregão desta terça-feira na Nasdaq, a ação da Coinbase teve queda de cerca de 10% no pós-pregão, chegando a US$ 315. Mas, no início do dia já estava na faixa de US$ 330.

O motivo do desabamento da ação, é que no terceiro trimestre deste ano, a receita líquida total da Coinbase, ou seja, a soma de transações, outros serviços e juros, ficou em US$ 1,24 bilhão. Portanto, houve uma queda ainda maior do que o mercado esperava.

“É importante lembrar os investidores que nosso negócio é inerentemente imprevisível, em especial nestes primeiros dias da criptoeconomia”, diz a empresa no seu relatório de resultados. A receita pode variar. “Nós gerenciamos o risco acessando e planejando vários resultados em relação ao desempenho futuro”.

Ação da Coinbase caiu porque mercado esperava queda menor da receita

O mercado esperava US$ 1,61 bilhão em receita líquida total. No segundo trimestre, o valor ficou em US$ 2,03 bilhões. Na comparação com o terceiro trimestre de 2020, houve um forte aumento, porque naquele período foi de US$ 275,9 bilhões. Foi quando o bitcoin e outras moeda começaram um novo ciclo de alta. Houve quedas significativas dos movimentos com bitcoin e ethereum.

Com isso, o lucro também caiu de US$ 1,6 bilhão para US$ 406 milhões. De acordo com a empresa, as condições do mercado eram mais brandas no início do trimestre passado, queda de preços das criptomoedas e baixa volatilidade.

Quanto o mercado está volátil, as corretoras tendem a ganhar se houver movimento de “desespero” de transações. As condições melhoraram muito no final do período e no início deste trimestre, diz seu relatório.

O ecossistema de criptomoedas e outros investidores em bolsa acompanham de perto a Coinbase não apenas por seu tamanho. Foi a primeira bolsa a entrar numa bolsa de valores nos EUA. Com isso, o mercado avalia qual o apetite dos investidores por ações de empresas que lidam diretamente com criptomoedas.

Ao conversar com analistas do mercado sobre seus resultados, a Coinbase afirmou que vai lançar uma plataforma de tokens não-fungíveis (NFTs). Isso será, portanto, uma nova receita.

1 Comentários

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>